SI INOVAÇÃO PRODUTIVA - CANDIDATURAS ABERTAS!

O último grande concurso para apoiar as empresas no Portugal 2020 acabou de ser lançado.  

O Concurso Sistema de Incentivos Inovação Produtiva vai apoiar a criação de novos estabelecimentos ou aumentar a capacidade dos já existentes, a diversificação da produção para produtos não produzidos anteriormente ou a alteração total do processo global de produção.

Abertas as candidaturas às duas novas medidas de apoio ao emprego.

Novo incentivo à normalização da atividade empresarial e apoio simplificado para microempresas à manutenção dos postos de trabalho.
período de candidaturas ao apoio simplificado e ao novo incentivo à normalização decorre das 9h00 do dia 19 de maio até às 18h00 do dia 31 de maio de 2021,

PDR 2020: Instalação Painéis Fotovoltaicos - Pequenos Investimentos

A submissão de candidaturas é efetuada até às 17:00 do dia 14 de julho de 2021. Esta Operação visa a melhoria das condições de vida, de trabalho e de produção, com reflexo no desempenho das explorações agrícolas, mediante a realização de investimentos materiais de pequena dimensão, de natureza pontual e não inseridos em planos de investimento, que, pelos baixos montantes envolvidos, dispensam uma análise aprofundada, justificando-se um processo de candidatura simplificado.

Está para breve a abertura do concurso Sistema de Incentivos Inovação Produtiva.

Se tem um projeto de investimento que se enquadra na produção de bens e serviços transacionáveis e internacionalizáveis e com elevado nível de incorporação nacional, e a que corresponde um investimento inicial numa das seguintes tipologias:

AERLIS REFORÇA OS SEUS PROTOCOLOS 

A AERLIS congratula-se com a celebração de mais um protocolo. Desta feita com o ISCAL - Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa, que visa a investigação, ensino e divulgação nas áreas da gestão financeira, contabilidade e fiscalidade.


 

 

Centro Qualifica do Município de Oeiras

Já está em funcionamento o novo Centro Qualifica do Município de Oeiras, que resulta de uma parceira entre o Municipio de Oeiras, a AERLIS - Associação Empresarial da Região de Lisboa e o Agrupamento de Escolas de Carnaxide.

Marca Entidade Empregadora Inclusiva ACEGIS
As candidaturas à 3.ª Edição da MARCA Entidade Empregadora Inclusiva poderão ser apresentadas entre os dias 4 de janeiro e 1 de março de 2021, em
IEFPonline , Apoios e incentivos, Outros apoios. Para se candidatar registe-se, se ainda não estiver registado, ou candidate-se através da página da sua entidade, se já estiver registado.

A Marca Entidade Empregadora Inclusiva destina-se a promover o reconhecimento e distinção pública de práticas de gestão abertas e inclusivas, desenvolvidas por entidades empregadoras relativamente às pessoas com deficiência e incapacidade.

O Programa Adaptar Social + visa apoiar as instituições particulares de solidariedade social, ou legalmente equiparadas, que detenham cooperação com o Instituto da Segurança Social, I. P. (ISS, I. P.), para o desenvolvimento de respostas sociais, bem como entidades privadas que desenvolvam atividades de apoio social licenciadas, na adaptação dos equipamentos sociais, na alteração dos métodos de organização do trabalho, de relacionamento com os utentes, familiares e outros, às condições que garantam a implementação das medidas preventivas de contágio da COVID-19 face às recomendações das autoridades competentes estabelecidas no contexto da pandemia.

Incentivo Extraordinário à Normalização da Atividade Empresarial

O objetivo do incentivo extraordinário à normalização da atividade empresarial consiste num apoio à manutenção do emprego bem como reduzir o risco de desemprego dos trabalhadores de entidades empregadoras afetadas por crise empresarial em consequência da pandemia causada pela doença COVID-19, através da atribuição de um apoio ao empregador na fase do regresso dos seus trabalhadores à prestação normal de trabalho e de normalização da atividade empresarial.

Destinatários

Atribuição de um apoio ao empregador na fase de regresso dos seus trabalhadores à prestação normal de trabalho e de normalização da atividade empresarial, a conceder pelo IEFP, IP, através de duas modalidades de apoio.

Sistema de Apoios ao Emprego e ao Empreendedorismo

O +CO3SO é o novo sistema de incentivo que visa apoiar a criação de emprego por todo o país. Estima-se que esta medida, com uma dotação de 90 milhões de euros dos Programas Operacionais Regionais Norte 2020, Centro 2020, Lisboa 2020, Alentejo 2020 e CRESC Algarve 2020, venha a criar 1.600 novos postos de trabalho.

cotec bpi


O Prémio PME Inovação COTEC-BPI, na sua 16.ª edição, é uma iniciativa consagrada que distingue empresas em todos os sectores de actividade económica que se notabilizam pela sua cultura, boas práticas de gestão e inequívoco desenvolvimento económico assente na utilização do conhecimento e da inovação.

O processo de candidatura ao Prémio é baseado na realização pelo candidato de um exercício de auto-avaliação da maturidade e desempenho dos respectivos processos de inovação, cujo resultado é a atribuição de um rating de inovação, elemento central de decisão na avaliação do Júri, em conjunto com outros indicadores de natureza económica e financeira. 

O exercício de auto-avaliação do desempenho na inovação é realizado através do sistema Innovation Scoring, disponível sem quaisquer encargos em www.innovationscoring.pt.

 

No contexto atual de resposta à situação epidemiológica do novo coronavírus (SARS CoV-2) causador da doença COVID-19, que tem implicações significativas nas organizações, torna-se fundamental apoiar a implementação de um conjunto de medidas e procedimentos, procurando ir ao encontro da atividade regular das organizações, garantindo a segurança e saúde dos trabalhadores e das relações profissionais com os seus clientes, utentes e colaboradores externos.

Neste sentido, a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) elaborou e apresenta agora uma nova ferramenta OiRA COVID-19.

O Programa Operacional MAR 2020, no âmbito do apoio às Empresas da Transformação dos Produtos da Pesca e da Aquicultura, lançou um apoio ao investimento em factores que promovam a eficiência da utilização de recursos e permitam uma redução dos custos de produção.
O desafio da eficiência energética constitui uma oportunidade para as empresas se tornarem mais competitivas e, simultaneamente, para a melhoria da sustentabilidade ambiental.