A Confederação Empresarial de Portugal congratula-se com a notícia da assinatura do protocolo entre a Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD) e o Banco de Desenvolvimento do Conselho da Europa, que estabelece uma linha de crédito no valor de 100 milhões de euros para promover a criação de pequenos negócios, a inovação e a melhoria dos balanços das empresas.A CIP tem defendido, de forma sistemática, a necessidade de se encontrarem soluções institucionais que criem as condições para que as empresas portuguesas, especialmente as pequenas e médias empresas, possam minorar os graves problemas com que se debatem de acesso ao financiamento e, em consequência, de capacidade de modernização e de desenvolvimento da atividade. Consideramos que o IFD é uma instituição fundamental para fomentar condições de capitalização e financiamento das empresas e que tem um papel a desempenhar a desempenhar como verdadeiro banco de fomento, em prol do fortalecimento das empresas e da competitividade. A CIP alerta para a necessidade dos recursos neste protocolo e nos acordos já firmados pelo IFD este chegarem rapidamente ao seu destinatário final, as empresas, cumprindo a sua razão de ser.

 

AHK

 

 

 

 

 Já se inscreveu para a Feira Asia Fruit Logistica 2019?
É a única feira no continente asiático que se concentra exclusivamente no segmento de frutas e legumes frescos e conta com os seguintes produtos: 
Mais informações ...

Foi criado o Portal ePortugal que sucede ao Portal do Cidadão e ao Balcão do Empreendedor. O Portal ePortugal vai disponibilizar de forma progressiva, aos cidadãos e às empresas, após autenticação, a informação relevante calendarizada sobre a sua situação, atividade e relações com os diversos serviços e entidades da AP central. Aceda aqui...

sales shaker

 

Nova SBE, 16 de maio, 10h-19h

Um evento único, dedicado aos responsáveis pelo desenvolvimento do negócio B2B internacional, vai mostrar o caminho para a expansão em 2019. Pretende contribuir para a inovação no setor das vendas B2B em Portugal e elevar o estatuto e credibilidade dos Profissionais Comerciais. Desconto para sócios da AERLIS

Não perca esta oportunidade. Inscreva-se já...

Este/a técnico/a da divisão de formação dará apoio direto à Coordenação da Formação e Delegação, trabalhando em equipa com os restantes elementos. Pretende-se que desenvolva o trabalho inerente à execução dos planos de formação internos e externos de acordo com o plano anual.

A função exige um relacionamento muito heterogéneo em virtude de um público muito diversificado, incluindo empresas, empreendedores e/ou públicos em situação de desvantagem. O domínio da língua inglesa será uma mais valia, dado que desenvolvemos projetos em contexto multinacional / transnacional. Pretende-se que seja uma pessoa com certificação de formador/a.

Descrição da Função:

- Atendimento, capacitação e acompanhamento de potenciais empreendedores nas diferentes fases do processo empreendedor;
- Apoio à elaboração de Planos de Negócio;
- Articulação com entidades territoriais parceiras;
- Gestão de projetos, redação de relatórios, apoio à elaboração de candidaturas a financiamentos, acompanhamento e execução;
- Acompanhamento de carteira de clientes.

protocolo-ccipaA AERLIS e a CCIPA (Câmara de Comércio e Indústria Portugal-Arménia) têm por missão, entre outras, promover o desenvolvimento, a competitividade e a modernização das empresas, visando o reforço da inovação, do empreendedorismo e do investimento empresarial.

Nesse sentido, celebraram no passado dia 16 de novembro de 2018, um protocolo de colaboração que contempla desenvolver iniciativas para a crescente internacionalização das empresas portuguesas junto da Arménia, dos países da União Económica Euro-asiática (UEEA) e do Irão e, das empresas arménias junto de Portugal e dos países de Língua Portuguesa (CPLP). 

protocolo-iscal3

No âmbito do fortalecimento das relações institucionais entre empresas e organizações com instituições de ensino superior e, visando a adequação dos cursos às necessidades do tecido empresarial e organizacional favorecendo a empregabilidade associada à oferta formativa, a AERLIS celebrou, no passado dia 13 de novembro de 2018, um protocolo de colaboração com o ISCAL. 

O Protocolo contempla, entre outros aspetos, oportunidades para colaboração ao nível da reflexão estratégica do curso de Comércio e Negócios Internacionais, participação de profissionais do setor em seminários e outras atividades do curso, bem como divulgação de ofertas de emprego e estágios.  

A sua empresa quer contribuir para a qualidade de vida das crianças hospitalizadas? A Operação Nariz Vermelho procura empresas que pretendam apoiar a sua missão, através de um donativo regular mensal. Trata-se do programa "Parceiro Sorrisos", um programa de angariação de fundos direcionado ao público empresarial, com o intuito de sensibilizar sobre o trabalho desenvolvido por esta instituição.

Será com o vosso apoio que mais uma criança terá a oportunidade de sorrir mesmo estando num sítio que não é brincadeira.

Conheça aqui o programa e inscreva a sua empresa.

Uma investigação de Luís Russo dos Santos, desenvolvida no âmbito do seu trabalho no gabinete do Deputado Carlos Zorrinho no Parlamento Europeu. Trata-se de uma obra que reúne informação substantiva sobre o acesso aos financiamentos e incentivos europeus, em particular sobre os três grandes pilares da União Europeia para a inovação e o empreendedorismo (Horizonte 2020, COSME e os instrumentos de acesso ao crédito).

Aceda ao guia em http://cip.org.pt/wp-content/uploads/2015/11/GuiaPraticoPME.pdf

O mercado das multilaterais financeiras, representando mais de USD 100 mil milhões, apresenta um enorme potencial para os agentes económicos nacionais nas suas estratégias de internacionalização, propiciando importantes oportuni¬dades de negócio, investimento e parcerias internacionais. Este guia prático tem como objetivo primordial apresentar de forma detalhada os passos e as recomendações mais impor¬tantes que devem ser seguidas pelos agentes económicos na¬cionais que queiram colaborar com o BERD, quer ao nível da geração de negócios (investimento / co-financiamento), quer ao nível da licitação de bens, serviços, obras e consultoria, quer ainda ao nível do financiamento do comércio.

Aceda aqui ao Guia prático de oportunidades de negócio

Erasmus para jovens empreendedores é um programa de intercâmbio transfronteiriço que visa ajudar os novos e potenciais empresários a adquirir competências relevantes para gerir e fazer crescer uma pequena empresa, trabalhando com um empresário bem sucedido, noutro país, durante um período de entre um a seis meses. Aumenta o know how e promove a transferência de conhecimentos entre fronteiras e experiências entre empreendedores. O Programa Erasmus para jovens empreendedores é uma das principais iniciativas no âmbito do plano de ação Empreendedorismo 2020, cujo objetivo é promover o espírito empresarial na Europa, apoiar novas empresas em fases cruciais dos seus ciclos de vida e apoiá-las no seu crescimento.

Aceda aqui a mais informações